Cimento se transforma em caqueiras, tigelas e jarros nas mãos de socioeducandos
Foto: Divulgação/Funase

Cimento se transforma em caqueiras, tigelas e jarros nas mãos de socioeducandos

Oficina de arte é oferecida no Cenip Petrolina, em parceria com a Secretaria de Cultura, Turismo e Esporte e a Casa do Artesão

Usando o artesanato como um caminho para o despertar de talentos, socioeducandos do Centro de Internação Provisória (Cenip) Petrolina participam, desde outubro, de uma oficina de Arte com Cimento. A atividade acontece de forma continuada e é oferecida por meio de uma parceria firmada com a Secretaria de Cultura, Turismo e Esporte da Prefeitura de Petrolina e a Casa do Artesão.

Em duas horas de oficina, durante duas vezes por semana, os alunos aprendem a confeccionar caqueiras, tigelas e jarros de vários tamanhos. A atividade pode atingir diretamente na renda dos adolescentes. Um jarro, por exemplo, pode ser comercializado entre R$ 10,00 (de tamanho pequeno) e R$ 500,00 (de um metro de altura).

A professora da oficina, Dona Nina, elogia muito o artesanato dos adolescentes, e lembra que essa atividade pode ajudá-los a tomar um novo rumo. “Com a oficina, eles aprendem algo bom, estão fazendo uma arte que pode significar uma renda extra”, destaca. O pedagogo do Cenip Petrolina, Amós Lemos, conta que é sempre importante ter mais uma ocupação. “Essa atividade também conta com a possibilidade de eles darem continuarem lá fora”, conta.

Sobre Rádio Pajeú

Rádio Pajeú

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Scroll To Top