Presidentes da CUT e FETAPE rechaçam apoio do PT à reeleição de Paulo Câmara

Presidentes da CUT e FETAPE rechaçam apoio do PT à reeleição de Paulo Câmara

Por Anchieta Santos

Se depender dos Presidentes da CUT-PE Carlos Veras e Doriel Barros da FETAPE, o PT terá candidatura própria ao governo de Pernambuco em 2018.

Falando a Rádio Cidade FM, o tabirense Carlos Veras, pré-candidato a deputado federal diz não ser contra a política de alianças, mas cita que a coligação da última eleição estadual prejudicou o PT que hoje não tem nenhum representante na câmara Federal. “Pela fragilidade do Governo Paulo Câmara, e pelo voto do PSB a favor do impeachment, então o melhor caminho será a candidatura própria”, disse o sertanejo.

Questionado sobre a possível aliança do PT com o PMDB em 8 estados para a eleição de 2018, o Presidente da FETAPE Doriel Barros disse que o Partido do Presidente Temer, na condição de adesista inveterado não surpreende. “Surpresa mesmo foi o PSB de PE, estado que mais recebeu do Governo Lula e mesmo diante das acusações contra o ex-presidente, não publicou uma só nota de solidariedade”, disse.

Questionado sobre a “cara fechada” do Senador Humberto Costa durante encontro do Partido em Serra Talhada para defender o nome de Marilia Arraes, Doriel revelou que logo depois uma reunião aconteceu para esclarecer o mal estar. “No PT todos estão do mesmo lado, em defesa da candidatura própria”.

Defendendo a inocência de Lula, os Presidentes da CUT e da Fetape reforçaram que não existe plano B e que o ex-presidente será o candidato do PT em 2018. Mesmo dizendo respeitar a posição do Prefeito Sebastião Dias (PTB) por já ter o seu federal (Ricardo Teobaldo), Carlos Veras disse que o PT teve participação importante da vitória do gestor tabirense e que vem conversando com o vice-prefeito Jose Amaral, com o ex-prefeito Josete e outras lideranças da cidade das tradições.

Sobre Rádio Pajeú

Rádio Pajeú

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Scroll To Top